• Marcelo Bandeira

3 PAÍSES EM 5 DIAS.

Atualizado: 18 de Nov de 2018

Você já imaginou como seria a melhor viagem da sua vida?


Veja abaixo em detalhes como em apenas 5 dias um roteiro incrivelmente curto pode se tornar uma das suas mais impactantes memórias.


Sabemos que na Europa existem cidades que são grandes símbolos do imaginário de qualquer turista, algumas populosas e outras pequenos vilarejos. E pode-se pensar que é impossível roteirizar a viagem da sua vida em menos de uma semana. Mas vou compartilhar com vocês um roteiro que eu já fiz duas vezes, e que inclui o maior ícone do turismo mundial, rotas por estradas interioranas, uma vila medieval, e uma cidade que tem mais de 1500 pontes.


Ok, sem mais delongas partiu explicar isto. Mas antes de tudo separe itens para um piquenique.


E se você esta muito curioso sobre esta viagem, e quer ver as imagens antes de ler o roteiro segue um vídeo.



Se tu tens apenas uma semana para viajar, organize sua saída para uma segunda-feira em direção a Paris. Você pode usar os voos que saem a noite, e assim ainda trabalhar na segunda (bem como eu fiz). Um voo que parte próximo as 22:00hs deve pousar em Paris em torno das 15:00hs de terça-feira (horário local).


Rio Sena

Ao chegar no aeroporto alugue um carro (reserve antes da viagem), e vá direto para o seu meio de hospedagem. Eu indico o Hostel St Christopher Inn Gare du Nord ele tem quartos individuais e é fácil estacionar nas ruas do entorno. Quer saber mais sobre este hostel veja aqui vídeos e fotos no hotel review. Após o check in pegue seu carro e vá para a Avenue de Suffren que fica paralela ao Champ de Mars. Nesta avenida e no seu entorno além de estacionamento na rua com parquímetros você encontra pequenos supermercados e padarias. Compre champanhe, pão, salame, queijo e algum creme/patê e com isto tudo em mãos vá caminhando para a Torre Eiffel e ali faça um belo piquenique.


Piquenique no Champ de Mars

Organize seu tempo na torre para sair antes de escurecer e siga em direção a Sacré-Coeur, ao fazer isto você irá conseguir ver o pôr do sol sobre Paris. Após este momento siga para a Avenue des Champs-Élysées (no caminho você poderá passar em frente ao Moulin Rouge), e faça de carro o entorno dela. Nesta região se encontra o Arc de Triomphe, Place de la Concorde, Musée du Louvre (compre ingressos sem filas aqui) e Pont Alexandre III. Faça só um breve passeio de carro neste local, isto para que você possa se dirigir para a Torre Montparnasse antes dela fechar para visitas, sendo assim, suba no seu mirante e veja Paris e a Torre Eiffel como na foto abaixo.


Vista da Torre Montparnasse

Neste momento você já deve estar exausto, então volte para o Hostel e curta uns drinks no bar Belushi's que fica na própria recepção.



Ao despertar na quarta-feira suba na Torre Eiffel ou volte a algum local que você queira guardar uma foto de lembrança (Notre Dame, Louvre), e pegue a estrada no mais tardar as 11:00hs em direção a cidade de Douai. Mas por que isto? Porquê assim terás a oportunidade almoçar em algum dos restaurantes marroquinos desta bela cidade, e além disto você estará a apenas 2:00hs de Bruges.


Restaurante Marroquino em Douai

Uhmmm... então saio de Paris a cidade ícone do turismo mundial para a vila medieval Bruges? Sim. E eu te garanto que isto será fascinante. A arquitetura gótica barroca, o cheiro de chocolate e as milhares de cervejas que irão agitar os seus sentidos te farão pensar em viver ali para sempre. Esta cidadela é um local aprazível, repleta de pequenas vielas, cortada por canais e pontes ela oferece ótimos bares e restaurantes. E além de tudo isto mantem a tradição de produzir cerveja, chocolates e rendas. Reserve passeios na cidade aqui.


Hotel Central em Bruges

Em Bruges abandone o carro nos estacionamentos no subsolo da cidade e saia para caminhar entre suas vielas em direção a sua hospedagem. É provável que não exista espaço para estacionar em frente ao seu meio de hospedagem, além disto, ele pode estar em uma viela que não permite o acesso do seu carro estrangeiro (somente acesso a carros locais). Eu indico ficar hospedado no Hotel Central que é um restaurante bem localizado, sim é mais restaurante do que Hotel, mas é um daqueles locais que valem o seu dinheiro. Veja aqui vídeos e fotos no hotel review desta hospedagem.


Praça central de Bruges

Definitivamente já no primeiro passeio pela cidade siga direto para a degustação de cervejas do 2be Beer Wall (veja este pub no vídeo do post). Ao chegar neste bar procure mesas do lado de fora, a direita do balcão, assim você fica de frente para um dos canais. A melhor pedida inicial é um dos menus degustação que por €10 inclui 4 cervejas, salame, queijo e amendoim. Antes de ir embora dê uma olhada na loja de cervejas do bar e garanta espaço na sua mala para algumas garrafas antes de pegar a estrada novamente. Não perca a oportunidade de trazer estas cervejas de lembrança, comprei 30 garrafas. Peça caixas de papelão para embalar uma a uma (use fita adesiva e envelope cada garrafa) e assim manter elas bem acondicionadas na mala. Paguei apenas €3 por rótulos que custam mais de R$50,00 no Brasil.


Beer Wall Pub em Bruges

Uma vez em Bruges a cidade por inteira é um imenso atrativo então caminhar sem rumo é o melhor a se fazer. Uma boa dica é fazer o passeio de barco antes de sair para passear, assim você pode ver algum local em especial e que possa ser visitado após o boat tour. Mas não se preocupe em roteirizar um caminho específico, permita-se ser surpreendido pelas vielas, esquinas e casas cheias de estilo.


Passeio de barco em Bruges


Um alerta: Se você está pesquisando especificamente por Bruges deve estar sendo impelido por uma centena de blogs que roteirizam apenas 1 dia na cidade, definitivamente isto é um erro, pois a pequena cidadela tem muito mais a oferecer.



Saia cedo na quinta-feira para caminhar por Bruges como se fosse um morador local, ou seja, antes da horda de turistas. Mas se você se hospedar no hotel Central o café da manhã só começa as 8:00hs então por isto você pode ir conhecer a padaria Le Pain Qotidien, a poucas quadras do hotel e assim participar do amanhecer no cotidiano local. Neste último dia reserve algum momento para uma cerveja ou refeição no restaurante Pergola, e contudo, caminhe durante a noite pois a cidade fica linda e sombria. Busque um bar aprazível para encerrar seu dia, alguns tem música ao vivo.


Restaurante Pergola em Bruges

Desperte cedo na sexta-feira busque o seu carro e pegue a estrada no mais tardar as 7hs em direção a Amsterdam. Quanto mais cedo você partir maiores serão as surpresas deste dia.


Em algum lugar da Holanda

Uau... como assim Amsterdam? Nesta sexta feira não é só a cidade das 1500 pontes que faz parte do seu roteiro, mas sim o trajeto até ela. Rodar pelas pequenas estradas singrando pelo interior irá criar imagens eternas na sua memória. Antes de tudo estude o mapa da região. Sendo assim você irá descobrir que algumas estradas seguem pela beira da praia e são estas estradas que você deve buscar. Algumas são diques, pois metade da Holanda está abaixo do nível do mar, e quero dizer com isto que ao subir em uma a vista será surreal.


Estrada em Westkapelle

A principal dica é ir detalhando o seu caminho pelo GPS e pelo aplicativo Maps.me de cidade em cidade, sempre buscando a praia e indo em direção a WestKapelle nos Países Baixos (cuidado também tem Westkapelle na Bélgica e este não é o seu destino). Pesquise as cidades que ficam bem próximas a praia e permita-se alterar os caminhos durante o dia. Ao passar por algum vilarejo que desperte a sua atenção entre nele e saia mais a frente na estrada.


Caminhada pelo dique de Westkapelle

Saiba que ao sair cedo de Bruges você tem muito tempo livre até chegar em Amsterdam, então mantenha-se indo por estradas rurais parando brevemente nos pontos de interesse. Saia das autoestradas que o GPS vai te direcionar, definitivamente ele irá enlouquecer não dê atenção as suas trocas de rumo e assim conheça os vilarejos do caminho, e definitivamente desça do carro em Westkapelle e suba no dique. Procure por ali um tanque de guerra e descubra como foi a intervenção britânica na segunda guerra que dizimou a vila. Segue abaixo alguns prints com sugestões de caminhos. São apenas sugestões iniciais, pois são estes trajetos que o GPS indica entre as cidades, mas fuja destes caminhos e vá em direção a borda oceânica (o GPS jamais vai te indicar estes trajetos, esqueça ele) e entre nas cidadelas que gostar, siga por dentro delas em direção a praia, e de vez em quando confirme pelos mapas que você está mantendo o rumo para Amsterdam. Se ficar com alguma dúvida me pergunte nos comentários do post e eu te ajudo. Uma dica extra é que se no seu trajeto tem a balsa entre Rozemburg para Maassluis você está no caminho certo. Saia da balsa em Maassluis e siga direto para Amsterdam, e agora neste momento aceite as estradas principais indicadas pelo GPS (em 1:00h você chega em Amsterdam).




Enfim se tudo ocorrer bem na sua viagem pelas estradas interioranas você deve chegar ao seu hotel em Amsterdam em torno das 15:00hs. Então após se hospedar abandone o carro em algum dos caríssimos estacionamentos. E saia para caminhar pelo centro. Uma boa dica é pesquisar previamente algum local para estacionar próximo ao Hotel.


Centro de Amsterdam

Eu me hospedei no Hotel Piet Hein, porém eu não indico este local. Isto não quer dizer que você não deve se hospedar nele. Este Hotel é bem localizado e tem um bom preço mas é muito barulhento, até certo ponto é sujo, os banheiros são minúsculos e o os funcionários desorganizados.


Canais de Amsterdam

Você pode estar se perguntando como conhecer Amsterdam em tão pouco tempo! A resposta é fácil pois basta você escolher somente um dos magníficos museus para visitar e no restante do tempo caminhar muito. A cidade é lindíssima e tem seus principais atrativos concentrados no centro. Esta concentração facilita o passeio, pois mesmo que você fique mais tempo na cidade o seu tecido urbano se repete muito, as casas e vielas são parecidas e esta repetição de cores e formatos permite que a visita seja breve. Mas contudo é claro que Amsterdam merece em outro momento ser visitada com mais calma. Veja aqui na GetYourGuide os diversos passeios que você pode reservar.


Amsterdam e suas 1500 pontes

Quanto aos museus você pode optar por Van Gogh, Anne Frank ou até mesmo a fábrica da Heineken e qualquer um deste tomará 2:00hs do seu roteiro e no restante do tempo caminhe no centro e cruze pelo Red Light District. Ao final da tarde bem próximo ao famoso letreiro “I Amsterdam” tem a região da rua Leidseplein, que com certeza é um bom local para sentar e relaxar as pernas. Encontre ali o Aran Irish Pub e o seu entorno estará repleto de bares e restaurantes.


Pub Irlandês em Amsterdam

Após isto tudo volte ao hotel e descanse para ter folego para uma caminhada a noite. Pegue um dos últimos horarios do Tram’s (trens de superficie) em direção a estação Central, e retorne ao seu hotel caminhando pelas vielas e pontes da cidade vendo como ela é bela a noite.


Passeio de barco em Amsterdam

No sábado você tem a parte da manhã para voltar em algum ponto da cidade e fazer aquela foto de lembrança. Saia no mais tardar as 13hs em direção ao aeroporto de Paris. Serão 450km que você pode fazer em 5-6hs pelas estradas principais, mas assuma que você irá parar algumas vezes então este trajeto pode levar até 8hs. Assim organize seu tempo em relação ao seu voo de volta, incluindo o tempo de reabastecimento do carro (existem diversos postos no entorno do aeroporto) e saiba que a devolução do carro para a locadora no Charles de Gaulle é super simples, pois é só estacionar e colocar a chave em uma caixa.


Porém se você sair de Amsterdam logo após o café da manha terá a oportunidade almoçar no centro de Gant/Gent na Bélgica ou ir ate uma pequena cidadela na fronteira com a França e fazer outro piquenique no campo. Veja uma prévia de Gant no final do vídeo acima, porém eu optei por fazer um piquenique na fronteira com a França, mas nem eu nem o GPS sabem aonde foi isto.


Enfim este roteiro parece curto para tudo o que estes locais oferecem, porém em 5 dias isto tudo pode se tornar uma das suas mais belas recordações de viagem.




Umas dicas importantes são:


Em Paris e Amsterdam não estacione sem pagar pelos parquímetros (aceitam cartões de crédito).


Em Bruges não tem aonde estacionar nas ruas, então vá ao estacionamento subterrâneo e depois caminhe para o seu hotel.


Os pedágios são pagos ao sair da estrada. Você pega o ticket e quando for sair veja o acesso que tem o símbolo de dinheiro em cima e pode ate pagar com cartão.


Os postos de gasolina são de autoatendimento e para abastecer a empresa irá bloquear até uns 250 euros no seu cartão e depois de alguns dias eles cobram somente o valor que foi abastecido. Ou se quiser escapar disto opte por um posto com loja de atendimento e vá ao caixa e faça um pré-pagamento e assim abasteça sem o bloqueio do cartão.


Em hipótese alguma deixe suas coisas dentro do carro até mesmo nos estacionamentos pagos. Retire tudo e deixe o porta luvas aberto e caso tenha aquela tampa sobre o bagageiro remova ela para mostrar que não tem nada lá.


Existe uma cidade chamada de Westkapelle na Bélgica e ela não é a Westkapelle holandesa, ou seja, cuidado com as infos do GPS.


Seu GPS na Holanda pode mostrar uma balsa para travessia antes do ferry boat de Rozemburg para Maassluis, mas ela é só para pedestres.


Baixe previamente os mapas do aplicativo Maps.me e associe suas pesquisas entre ele e o seu GPS, pois ele é mais fácil de manusear o mapa com os dedos durante a estrada e o GPS é melhor para efetivar o deslocamento. Sendo que no Maps.me mesmo offline você consegue pesquisar facilmente aonde estão os estacionamentos, supermercados e fronteiras.


Coloque garfo, faca e copos no seu kit piquenique, e o mantenha perto de você inclusive com um pouco de guloseimas. Pois os paradouros da estrada são caríssimos e por isto se tiver a oportunidade pare em uma cidadela de beira de estrada e vá ao supermercado local.


Pense no abastecimento do carro sempre que o tanque chegar no último terço e boa viagem.


Se você se hospedar no Hotel Piet Hien guarde todos os comprovantes, pois eu perdi 1:00h no check out para comprovar que já tinha pago a hospedagem no check in e mesmo assim os valores após diversos dias permanecem bloqueados no meu cartão.


Observação:

Quer fazer este roteiro e ficou com alguma dúvida? Por favor pergunte nos comentários e eu te ajudo.


AJUDE O BLOG-RESERVE NOS LINKS DO SITE





#paris #belgica #holanda #frança #travel #roadtrip #bruges #westkapelle #amsterdam #viagem #turismo

938 visualizações
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram
  • Facebook Social Icon

O objetivo deste site é oferecer um espaço para a construção de roteiros de viagens colaborativos.

Compartilhe suas dúvidas e experiências nos comentários do blog e ajude outras pessoas na busca pelo roteiro perfeito.

Eu posso te ajudar a criar o seu roteiro... vamos conversar.

SITE PARCEIRO DO

logo mochila.png

© 2017 - 2020 by Marcelo Bandeira