top of page
  • Marcelo Bandeira

Rota Romântica na prática – Alemanha.

Atualizado: 7 de dez. de 2022

Aqui entrego dicas de como ajustar o GPS para fazer a Rota Romântica e seus 460 km e aquele monte de cidades, afinal são 29. Sobre qual pode ser a paisagem mais bonita desta rota. E você sabia que ela se encontra com a Rota dos Alpes?
Romantic Route

Vamos direto ao assunto.


Para informações atualizadas da rota e principalmente sobre os eventos que ocorrerão nas cidades durante a sua visita, vejam aqui no site oficial da Rota Romântica.


A rota cruza a região da Baviera ao sul da Alemanha. É um dos roteiros mais visitados pelos próprios alemães. Durante os seus 460 km e 29 cidades você volta ao passado nos vilarejos medievais, nos famosos castelos e tudo isto passando entre belíssimas paisagens rurais.


As dicas da rota comumente informam sobre começar em Würzburg e ir até Füssen no sul.


Na sua maioria indicando 4 noites de duração para o roteiro.


Romantic route map
Crédito imagem: https://www.romantischestrasse.de/en/

Saiba que o mínimo possível seriam duas noites. E sem dúvidas o melhor é fazê-la de carro ou bicicleta. Sobre as estações do ano, cada uma delas entrega uma paisagem diferente, eu fui durante o confortável e belo outono, mas o inverno apesar dos pormenores deve ser bonito demais.


Fizemos a rota com um carro da Rentcars, para locar com preço baixo, até mesmo um conversível use meu link de afiliados da Rentcars, tenho o cupom RCTURISMO. E sempre tem outros cupons ativos no link e ainda mais cashback na maioria das locadoras.




Würzburg naturalmente aparece como dica de início e de pernoite, afinal é a primeira cidade da rota, porém, fazendo isto você entra no turismo enlatado, ao se hospedar por lá você vai fazer como 90% dos turistas que ao seguir o roteiro irão passar apenas algumas horas na minúscula, mas fabulosa cidade de Rothenburg od der Tauber.



A questão é que Rothenburg é uma das mais bem preservadas cidadelas medievais do mundo. Pequena e interessantíssima, com sua muralha preservada e aberta para visitação gratuita, uma caminhada sobre ela é muito pitoresca. Então pondere em passar algumas horas em Würzburg e hospede se em Rothenburg ob der Tauber, eu indico o Hotel Histórico Goldener Hirsch, opte por quarto com vista do vale.



Quanto aos outros pontos de pernoite dependerá do tempo disponível para o seu roteiro, não indicaria Augsburg que pode aparecer nas suas pesquisas, isto porque ela está geograficamente posicionada no melhor momento para descansar, tipo um meio do caminho, mas Augsburg é uma cidade grande, com entorno industrializado, destoa totalmente de todas as outras, eu indico passar por fora dela.


Saiba que hospedar-se em Rothenburg od der Tauber pode ser a sua segunda melhor memória desta viagem, a melhor provavelmente será a aproximação da cidade de Füssen! É nesta parte que começa o vale dos Alpes e a paisagem muda, é a hora que surge no horizonte a famosa cadeia montanhosa dos Alpes. Esta provavelmente é a paisagem mais bonita da rota.


Füssen é a última cidade da rota romântica. Localizada na base dos Alpes é rodeada de belas paisagens e uma arquitetura medieval mais nobre que as demais. Isto porque é a região dos grandes castelos, são eles o famosíssimo Neuschwanstein, o Hohenschwangau e o High Castle, este último no centro da cidade.



O Castelo Neuschwanstein é o ponto alto de uma visita, leve isto em consideração na montagem do seu roteiro, pois, o centro histórico de Füssen é pequeno e bonito, mas não é espetacular.



Fiquei muito bem hospedado no Hotel Ludwig. É um dos mais baratos em pleno calçadão do centro histórico e tem estacionamento no próprio hotel, mas leiam os comentários dos hóspedes, por exemplo, não ter elevador pode ser ruim, fiquei no quarto andar. Se o preço na região estiver abaixo dos demais é uma boa opção.



Se estiver em dúvida nos ajustes da duração da sua viagem, saiba que Füssen também faz parte da Rota dos Alpes, por isso, pesquise e pondere em incluir um trecho desta fabulosa rota. Encaixar um passeio pela Rota dos Alpes pode ser um inimaginável desfecho para a espetacular e inesquecível Rota Romântica.



Então fica a dica, mesmo que você tenha 4 dias ou mais e queira visitar as 29 cidades poderá fazê-lo, porém, deixará de visitar pontos que estão próximos à rota, como exemplo a cidade de Munique, ou ainda o mais interessante que seria conhecer um trecho da Rota dos Alpes.


Digo isto, pois o tecido urbano e a paisagem rural são muito similares durante estes 460 km e 29 cidades, enfim, talvez eu precise definir tecido urbano, saiba que isto da significação ao tipo de imagem que você encontra nas cidades, refere-se aos tipos de construções, cores, texturas das fachadas, entre outros fatores que compõem as paisagens que você visualiza, por isso, vai chegar o momento que não conseguirá distinguir uma cidade da outra, quase todas são núcleos de casas enxaiméis milenares envoltos em uma aura medieval, o que é absolutamente lindíssimo, mas muito similar entre uma e outra.


Ok, dicas iniciais e ponto de vista entregue, vamos entender como funciona a rota, na prática, e se quiser mais dicas com um olhar disruptivo, ouça este post no Podcast Turismo Falado.


A Rota Romântica passa por áreas rurais ativas, ou seja, por estradas que cortam plantações e algumas cidadelas interioranas. Estas estradas são muito bem conservadas e na sua maioria de pista simples que aparecem no mapa, denominadas de Staatsstraben que traduzido para português significa estradas estaduais, e tem a sigla “St”.


Também passará pelas Kreisstraben, a tradução é estrada do condado, isto quer dizer que cada uma tem o nome da região, a maioria com a sigla “Str” precedendo o nome. Inclusive alguns trechos de Bundesstraben, a tradução é estrada federal e tem sigla numérica, e um pequeno trecho da Bundesautobahnen número 8, a tradução é rodovia federal, esta é uma das famosas Autobahn, as estradas sem limite de velocidade.


Aproveito para alertar que existem diversos trechos com limite de velocidade controlado dentro das Autobhan’s, além disto juridicamente se propõe como um limite razoável de 130 km/h, ou seja, acima disto um problema no trânsito não será visto com bons olhos.


Para dicas de trânsito saiba que esta placa abaixo identifica a Rota Romântica e irá aparecer o tempo todo, ela indica que você está no caminho certo, além disto o blog Contando Caminhos fez esta postagem das placas de trânsito.



Dicas para planear o GPS, primeiro defina onde se hospedar, isto vai depender de quantos dias tem o seu roteiro. Se tens o mínimo de 2 dias pondere sobre hospedar-se em Rothenburg od der Tauber e Füssen.


Um dos melhores GPS gratuitos é o Google Maps, nele você não precisa de sinal de celular, baixem os mapas e poderás usar no modo off-line. Para ter um backup, o GPS maps.me também é gratuito.


Acesse o Maps e insira o primeiro local de pernoite, após isto crie a rota inserindo as cidades uma a uma. Se não estás acostumado ao Maps, saiba que é fácil usar, procure pelo botão ‘Adicionar destino’ e repita isto até incluir o máximo de pontos, que são 10. Ao finalizar envie a rota ao seu celular, procure o botão ‘Enviar rota ao seu smartphone’. Uma boa dica é para enviar também para o seu e-mail. Repita tal ato para os próximos 10 pontos.


Quando estiver incluindo as cidades, poderá ver no mapa que irão surgir opções de diversos trajetos, saiba que o Maps vai sempre propor a melhor rota e isso não leva em conta o interesse turístico, mas sim condições de trânsito e se você não removeu nas ‘Opções de trajeto’ os filtros comuns, como exemplo o de evitar pedágios fica ainda mais complicado. Acesse o botão ‘Opções’ e libere todos os filtros.


Use o mouse para mudar a rota para as St’s e Str’s entre os pontos, cuide para o desenho ficar bem-parecido com o mapa da rota romântica. Verás que fica igual e boa parte do trajeto estará na Bundesstraben 25. A saída da rota em Würzburg é feita pela St578, porém vai mudando constantemente para outras St’s.


Pronto você criou o mapa, então vai a última dica. Quando estiver usando o Maps ele te levará ao centro das cidades inseridas, algumas são tão simples que passar sem parar é uma opção, para isso quando estiver se aproximando use facilmente a opção 'Remover ponto', assim o mapa já reinicia a rota a caminho para a próxima cidade.


Enfim, existem diversas opções de roteiros pela região. Eu segui para a Rota dos Alpes pelo trecho de Füssen até Garmisch-Partenkirchen, após adentrei na Áustria em direção a absurdamente linda Hallstatt, passando assim por belas paisagens e muitos outros lugares estonteantes na região do Tirol. Se for fazer isso me chama, manda um comentário e eu te ajudo. Você precisará entender como manter o GPS sobre controle, pois, ele vai mostrar a rota mais eficiente negligenciando o valor turístico.


Quer mais dicas? Manda um comentário que te ajudo.

Saiba que no sul do Brasil existe a Rota Romântica brasileira, com 170km e 15 cidades. Isto a apenas 40km de Porto Alegre.


1.136 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page