• Marcelo Bandeira

BUDAPESTE - BY LILI

Atualizado: 18 de Nov de 2018

Lili Cariboni em Budapeste...

Olá viajantes, se alguém estiver pensando em ir a Budapeste tenho algumas dicas.


Budapeste é a sexta maior cidade da união Europeia. Localiza-se nas margens do rio Danúbio, de um lado fica Buda e do outro Peste, a fusão das cidades ocorreu em 1873. Budapeste possui o maior sistema de águas termais do mundo.


A cidade é muito linda, tanto do lado de Buda quanto de Peste, e tem muitos locais para visitar, fiquei 4 dias.


No primeiro dia quis explorar o lado de Buda. Fiz a travessia pela ponte das correntes, saindo de Peste e chegando em Buda. Temos 3 opções para subir no castelo de Buda, caminhando, pagando uma van que te leva nos principais pontos do castelo ou de elevador. Optei pelo elevador, mas me decepcionei, sou baixinha e a janela do elevador era pequena e bem no alto, se você não for alto, pague a van, que o valor é mais barato que o elevador. No castelo tem muitas atrações, igrejas e fortes para tirar muitas fotos, e além da vista maravilhosa da cidade e do rio Danúbio. Tem uma feira com muita comida típica para provar e bebidas bem diferentes também (cerveja vermelha, vinho de morango e outras).


Consegui assistir uma apresentação de marionetes e dança folclórica, nesta feira. No fim do dia, tinha 2 opções de termas spa pelo lado de Buda, a termas spa Gellert e a Rudas, ficam muito perto uma da outra, optei pela primeira. Paguei 11 dólares para entrar e 3 dólares pela toalha e a toca, se você não for querer nadar na piscina interna que é gelada, não precisa comprar a toca (comprei e não usei), para alugar a toalha, você deixa um depósito e quando retornar a toalha eles te devolvem o dinheiro (paguei com cartão e me devolveram em cash). Não quis pagar por cabines privadas, tem lockers gratuitos e você pode trocar de roupa no corredor dos lockers ou nos banheiros. As piscinas quentes são muito relaxantes, de 36 a 40 graus, a piscina externa que tem onda artificial é gelada, essa foi uma decepção pra mim :(


Voltamos para Peste, próximo ao por do sol e atravessamos a ponte da Liberdade, observamos muitas pessoas na ponte, fazendo piquenique e bebendo vinho nas estruturas de ferro da ponte, um charme.


Segundo dia, fiquei no lado de Peste. Visitei o Parlamento, externamente, não paguei pelo tour interno. Caminhei pelas margens do Danúbio e vi os sapatos de bronze. É um memorial aos judeus que foram executados na segunda guerra mundial.


Os judeus eram baleados entre as margens do Danúbio e seus sapatos eram retirados, em seguida jogavam os corpos no rio. Fui na Basílica de Santo Estevão, super linda, dentro e fora (não precisa pagar nada). Fiz uma boa caminhada pela famosa Rua Andrassy, tem várias lojas famosas e caras, nela também se encontra o teatro de ópera, paguei pelo tour com direito a ouvir uma mini ópera, paguei 7 dólares, gostei muito. O teatro é muito bonito e cheio de histórias. Neste mesmo valor, na mesma avenida, também fui na casa do terror (quem gosta de história, em épocas de guerra, vale muito a pena), é um clima bem pesado, neste prédio os comunistas torturavam e matavam pessoas, e está tudo lá para você ver, triste mas muito interessante.


FICA A DICA: Já no fim do dia, começou a chover e resolvemos pegar o metrô, compramos com cartão de crédito, 3 tickets na máquina e foi impresso 4, você é obrigado a validar o ticket na porta da estação, validamos 3 e entramos, no caminho uma fiscal pediu nossos tickets validados, mostramos pra ela e a mesma mandou a gente descer do metrô, porque tinha algo errado, e chamou mais 3 fiscais para ajudar. Ela explicou que um dos tickets que nos validamos era o recibo do cartão (ele é exatamente igual ao ticket), pediu o passaporte para a minha irmã e pediu para pagar pra ela 16000 Florins ou elas chamariam a polícia. Explicamos que tínhamos o outro ticket, que não sabíamos que era recibo, mas estas fiscais não querem saber de nada, só ficam forçando você a pagar e ameaçando chamar a polícia. Falamos que não tínhamos dinheiro, elas insistiram no pagamento. Falei que iríamos pagar para a polícia, elas ligaram para a polícia (eu acho que fingiram que ligaram) e em seguida ela deixou cair os 4 tickets e peguei todos de volta, pedi para ela devolver o passaporte, mas elas insistiam para pagarmos. Em seguida ela escreveu muitas coisas no caderninho dela e devolveu o passaporte com um envelope, pediu para minha irmã assinar o caderno e foram embora. Saindo da estação resolvi ver na internet, comentários de pessoas que, talvez, já teriam passado por algo assim, se teria que ir pagar a multa na polícia? ficamos com dúvidas. Foi aí que tive uma surpresa, existe muitos depoimento, relatando a mesma situação. O fiscal pede pra pagar, finge que liga para a polícia.....e li mais sobre, a empresa do metro é privada, os fiscais ganham comissão para cada multa que eles recebem e a polícia não se envolve nestes assuntos.




Terceiro dia, entramos no Mercadão público (Market Hall), foi o primeiro mercadão que entrei e não senti cheiro de peixe. Muito limpo, no primeiro andar tem frutas, carnes, os famosos patês de pato e ganso... e no andar a cima, vendem roupas e lembrancinhas...


Depois caminhamos até a Sinagoga (é a maior da Europa) pagamos o tour, muito interessante a história dela é muito linda, almoçamos pelo bairro judeu (não tivemos pique para a noite voltar por lá, mas é cheia de pubs e bares). Saindo do bairro judeu, voltamos para a famosa avenida Andrassy e visitamos a praça dos Heróis, com monumentos muito lindos para fotos, na parte de trás da praça, possui um parque, muito agradável para fazer piquenique, caminhadas ou somente descansar. No parque possui um castelo, que mais parece um cenário de filme romântico de época, fantástico. Nele está o museu da agricultura, não fui e não peguei informações sobre valores. Ao final do parque está a terma spa Szechenyi (é o maior spa termal de Budapeste). Neste resolvi pagar o serviços de spa, paguei 92 dólares e tinha direito a usar todas as piscinas, com temperaturas de 18 a 42 graus; saunas com luz terapêuticas, massagem terapêutica de 30 min, cabine privada para trocar de roupa e guardar meus pertences, e frutas a qualquer hora que pedisse, Chás, sucos e água; toalha e roupão (para a toalha e o roupão, era o mesmo esquema do outro spa, se paga o depósito). Cuidem com horários, se neste dia o spa fechar as 20h e você não devolveu a toalha até o horário, você fica sem o seu depósito.



Quarto dia, atravessamos a ponte Elizabeth, em frente à ela tem as escadarias para a cidadela ( se não tiver um preparo físico, não vá). A trilha da subida tem muita sombra, e alguns monumentos para apreciar. Chegando ao fim da trilha, no topo, tem uma vista fantástica da cidade e um forte com outros monumentos. Na volta da trilha, fomos para a terma spa Rudas, mas naquele dia as piscinas termais eram só para homens, entrem no site antes que ali fala os dias que são só para homens. Isso só acontece na Rudas. Voltamos para Peste e compramos tickets para um passeio de barco no Danúbio, possui alguns pacotes, passeio + show+ bebidas + pizza......optamos só pelo passeio, com o ticket, vc pode escolher a hora que vai fazer o passeio, os barcos saem de hora em hora. Resolvemos embarcar as 20h, pegamos o por do sol e um pouco de iluminação na cidade. No barco eles vendem bebidas, são bem baratas. Fechamos com este passeio nossa trip. A melhor maneira de conhecer a cidade é caminhando, tem estátuas, igrejas, parques e monumentos por toda parte. Veja pela GetYourGuide todos os passeios que você pode reservar.



Post da viajante profissional Lili Cariboni... Brasileira vivendo nos EUA e aqui buscando ajudar outros viajantes a encontrar o Roteiro perfeito. Obrigado Lili.


AJUDE O BLOG-RESERVE NOS LINKS DO SITE



#budapeste #travel #roteiroscompartilhados #turismo

38 visualizações
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram
  • Facebook Social Icon

O objetivo deste site é oferecer um espaço para a construção de roteiros de viagens colaborativos.

Compartilhe suas dúvidas e experiências nos comentários do blog e ajude outras pessoas na busca pelo roteiro perfeito.

Eu posso te ajudar a criar o seu roteiro... vamos conversar.

SITE PARCEIRO DO

logo mochila.png

© 2017 - 2020 by Marcelo Bandeira