• Marcelo Bandeira

CINQUE TERRE EM UM DIA.

Atualizado: 18 de Nov de 2018


"The"Alice in Cinque Terre

Cinque Terre consiste em cinco lindos vilarejos na costa do Mar Mediterrâneo na Itália: Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola, Riomaggiore.

Cinque Terre é de uma beleza tão única, que beira a surreal... aquele pedaço de paraíso, em 1997 a Unesco nada boba, adicionou este pedacinho da Itália a sua lista de Patrimônio Histórico da Humanidade.


Carros aqui são proibidos, então para chegar somente de barco ou trem.


Eu estava em Levanto litoral da Ligúria, e de lá mesmo, já fui para estação de trem. Na estação a um estacionamento, mas nunca se esqueça de deixar pago, pois os fiscais passam e multam. Para não ter surpresas na volta, melhor deixar pago o equivalente as horas e ou os dias que forem ficar em Cinque Terre.


O trem passa por todos os 5 vilarejos... O trajeto de trem dura 4 minutos entre uma cidade e a outra. Na estação já compre o bilhete de ida e volta, com direito a parar e embarcar ilimitado. Custo de 16€ por pessoa ida e volta. Fique sempre atento para não perder tempo à espera do trem, verifique os horários de partida e chegada,

Uma outra forma de ir, além do trem, é fazer as trilhas e as caminhadas por Cinque Terre. Uma caminhada completa pode levar até 7horas. Para aqueles que se interessaram em ir a pé... saibam que Monterosso e Vernazza tem cerca de 600 degraus, então esteja preparado se esta for a sua escolha.



A caminhada mais conhecida é a Ferrovia do Amor (Via Dell’Amore). Ela está entre Manarola e Riomaggiore, estes são os dois últimos vilarejos... é praticamente uma avenida, da para percorrer em 20 minutos, mas leva mais tempo. Porque você vai querer tirar muitas fotos das duas cidadezinhas sobre os penhascos... e sobre tudo a quantidade de cadeados deixados na via Dell'Amore por casais In Love. Esta via foi construída no século 20 para auxílio da construção da rodovia, a parte do Amor da via foi feita pelas pessoas que ali passaram.


Muitas pessoas escolhem fazer Cinque Terre de barco, existem barcos saindo de Levanto para praticamente todos os 5 vilarejos. A vista de dentro da água é bem diferente, mas eu optei por ir de trem, parar nas cidades, caminhar, conhecer, beber vinhos...


Os vinhos de Cinque Terre não são os mais famosos da Itália, mas fazer vinhos ali certamente não é uma tarefa fácil, os vinhedos descem pelo costão até o mar!!!

Entre brancos e tintos a região esconde um tesouro o "Sciacchetrà " um vinho de sobremesa raro e precioso. Um cultivo totalmente orgânico e em quantidades minúsculas, e para você entender a preciosidade a última safra produziu de forma totalmente artesanal somente 368 garrafas. Caso encontrar uma... não deslize... compre... pois pode não encontrar novamente.


E curiosamente muitos vinhos que são feitos em um vilarejo, não são vendidos no outro, então a cada cidadezinha você pode apreciar o vinho local, portanto caso goste já garanta sua garrafa, pois na próxima cidade não terá.


Monterosso: É a mais cheia, aqui se encontram a maioria dos hotéis. É importante salientar que a maioria dos hotéis se localizam no alto, e isso acaba dificultando o transporte de bagagens. Aqui também se encontra a maior praia dos cinco vilarejos, a areia escura, bares e restaurantes de frente para mar. E uma quantidade enorme de pessoas sentadas contemplando aquela linda vista.


Vernazza: Pequenininha e intimista, tem um Porto pequeno e existe uma "secreta" passagem entre as rochas... levando você a uma ponte que sai de frente para o mar... uma espécie de praia de pedra... entre paredões. Lindo.


Corniglia: É o único vilarejo que não têm acesso à praia, o vilarejo está no alto, os barcos não param. Pelo acesso difícil este é o vilarejo menos visitado.



Manarola: Para mim é a mais legal de todas!!!! Sabe aquelas fotos famosas que a gente vê sobre Cinque Terre? Pois todas são tiradas aqui. Os bares e o comércio local são todos de frente para o mar e o movimentado porto... e além das piscinas naturais, existem diversas pessoas pegando um sol.… em qualquer lugar que caiba um corpo entre escadas e pedras. Quando chegar a Manarola comece a caminhar em direção à direita, siga uma trilha como se fosse dar uma volta ali... assim você consegue tirar as principais fotos... à vista é única! Se seguir nesta direção irá encontrar um bar maravilhoso, com muitos drinks, vinhos, cerveja, música boa, ótimos petiscos e entradas, este bar está sempre cheio... tenha paciência... mas vale muito a pena esperar. É lá que você perceberá o final de tarde mágico deste local. A vista de frente para Manarola é imperdível.

Riomaggiore: É o maior de todos os vilarejos, espremida na montanha, com um pequeno porto, aonde os barcos são guardados em frente aos restaurantes. A sensação é como se a água praticamente entrasse cidade a dentro, vielas cobertas e muita escadaria.


Devido a toda esta geografia deste pedacinho da Itália, Cinque Terre se tornou um turismo caro, os hotéis e restaurantes não são baratos, este local também se tornou roteiro de lua de mel, mas apaixonados por viagem como eu conseguem desfrutar de tudo igual, eu fui para passar o dia levei água e frutas, mas acabei jantando por lá na última cidade Riomaggiore e foi maravilhoso.


Obrigada Riccardo Rosa Salva. O final de tarde em Manarola foi realmente algo que me marcou e jamais irei esquecer. Fiquei com a sensação de querer ficar mais um dia, e isso só confirma o quanto especial é este local.


Obs.: Sempre que optar por ir a Cinque Terre, check primeiro a previsão do tempo, pois este é um local que realmente não vale a pena ir com chuva

Façam uma boa viagem, se joguem na cultura, comida e vinhos locais.

Insta: @eurotripvan







#cinqueterre #italy #travel #tourism #viagens #roteiroscompartilhados

0 visualização
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram
  • Facebook Social Icon

O objetivo deste site é oferecer um espaço para a construção de roteiros de viagens colaborativos.

Compartilhe suas dúvidas e experiências nos comentários do blog e ajude outras pessoas na busca pelo roteiro perfeito.

Eu posso te ajudar a criar o seu roteiro... vamos conversar.

SITE PARCEIRO DO

logo mochila.png

© 2017 - 2020 by Marcelo Bandeira