• Marcelo Bandeira

DICAS E ALERTAS DE MUMBAI

Atualizado: 25 de Fev de 2019


Chegar na Índia por Mumbai pode ser um ótima opção. A megalópole além das nuances da cultura indiana tem serviços ocidentais e é moderna. E com certeza oferece uma boa aclimatação sobre o que estará por vir em sua viagem (veja no vídeo que não é fácil atravessar algumas ruas). Mas se você vai entrar na Índia por Mumbai, organize bem a sua chegada!


Vamos aproveitar o inicio do post para falar sobre as dicas de transfer-in na maior cidade indiana.


Caso não consiga evitar chegar a noite, pesquise muito bem sobre a localização do seu hotel. Isto porque neste horário você irá passar por ruas desertas e mal iluminadas, e encontrar qualquer lugar pode se tornar uma aventura. Além disto é provável que seu meio de hospedagem não tenha o serviço de transfer-in/out e, portanto, você terá que buscar alternativas, e claro a mais confortável é o táxi. Mas fica o alerta: em Mumbai os taxistas são como em qualquer lugar do mundo, alguns bons e outros bem maus.


Para evitar dores de cabeça utilize os táxis pré-pagos que são vendidos ainda dentro do aeroporto. Quando você sair pelo portão de desembarque procure os balcões de venda deste serviço, apresente seu itinerário e pague ali mesmo pelo táxi. A empresa que você escolher te dará um recibo com o número da placa do carro já pré-definido. Saindo do aeroporto encontre o táxi que corresponde ao seu número.


Inconfundíveis os táxis tem as cores amarelo e preto

ALERTA 1 - Não entre em outro táxi que não aquele registrado no recibo de pagamento! Ao sair do aeroporto talvez você possa ser abordado por um mau taxista. Não se deixe enganar pois ele pode ser bem simpático e comunicativo, e te confundir com seu inglês carregado de sotaque, e assim fazer você entrar em outro carro diferente daquele já registrado e pré-pago. Saibam que muitos taxistas são comissionados pelos hotéis e podem te levar para aonde eles quiserem.


ALERTA 2 - Não faça câmbio de dinheiro dentro da área de desembarque, mesmo que pareça cômodo usar aqueles diversos balcões. Saiba que ao sair você verá ali fora junto aos guichês de táxis que as empresas de câmbio tem a cotação melhor. Caso o valor seja muito distorcido da cotação do dia evite trocar dinheiro no aeroporto. No centro da cidade existem diversas agências aonde você poderá cambiar valores facilmente.


Mas depois de entregar todos estes alertas eu devo em respeito ao povo indiano fazer uma ressalva, porque de dia ou de noite, a possibilidade de enfrentar uma situação de insegurança é quase nula, este é apenas um relato baseado na malandragem do universo dos taxistas, e dos cambistas dentro da área de segurança do aeroporto. E mesmo que estes alertas pareçam agressivos, se você estiver chegando na Índia não são estes pormenores que irão atrapalhar sua viagem. Com certeza a quantidade de pessoas hospitaleiras e felizes em te bem receber ultrapassa mais de 1 bilhão de indianos.


Região de Colaba

Sem mais alertas segue uma dica de aonde se hospedar. A região mais procurada pelos turistas fica naquela ponta ao sul da cidade, conhecida como Colaba, e que você pode facilmente ver em um mapa. E quanto mais próximo do Índia Gate melhor será sua experiência. Até mesmo porque ali você estará perto da estação central de trem.


Eu me hospedei no A. K. International https://www.booking.com/hotel/in/a-k-international.en.html?aid=1641653&no_rooms=1&group_adults=1 (use este link e ajude o blog) que é um hotel barato e isto tem o seu custo. Ele não tem café da manhã e apesar de ter um gerente rabugento que pode desrespeitar os funcionários na sua frente, é um lugar razoavelmente limpo e tem um ótimo ar condicionado e uma boa cama. Se você for chegar fora do horário comercial avise pois eles fecham a porta a noite e o porteiro precisará ser acordado por você. Normalmente ele dorme no sofá do hall de entrada. E pelo valor a ser pago a localização é excelente. Caso queira dar uma gorjeta aos carregadores faça isto longe do gerente senão ele pega o dinheiro para ele.


Índia Gate

Caminhar por Mumbai não exige muito planejamento (quanto outros locais da Índia), pois esta é a mais ocidentalizada cidade do país e por isto facilmente você irá encontrar um Starbucks ou Mcdonalds, e ainda pequenas casas de câmbio. Lembrando que para trocar dinheiro seu passaporte será exigido. Quanto a comer de forma segura é fácil, e ao caminhar pela cidade verás muitos restaurantes com uma aparente higiene ocidental.


Escrevi um post somente sobre a comida na Índia veja aqui neste link (A comida na Índia - Cuidado).


Entrada da Bolsa de Valores da Índia

Eu poderia neste post elencar alguns pontos turísticos relevantes, mas você está na Índia, ou seja, inserido em outro mundo. Tudo lá é intenso e repleto de diferenças, portanto cabe ao seu interesse e disponibilidade decidir quais lugares visitar. Nós não seguimos um roteiro pelos pontos mais visitados e ou elencados pelos sites de viagem, e mesmo assim ficamos fascinados pela cidade. Além disto Mumbai é a maior cidade do país, e mesmo assim não se esforce para incluir mais de 2 noites por lá, em detrimento das outras possibilidades que a incrível Índia tem por oferecer.


Uma dica experta é que se você optar por visitar templos vá de chinelos, pois na maioria deles os tênis e sapatos devem ser deixados do lado de fora, é obrigatório entrar descalço, e não é uma boa experiência jogar seu tênis em uma imensa pilha dos mais variados calçados ao lado porta. E esta dica serve para quase todos os templos na Índia.


É impressionante a quantidade de atrativos que você poderá escolher, como exemplo, caminhar do Índia Gate até a praia (conhecida como Queens Necklace) é muito interessante. Para sair caminhando pela cidade use o aplicativo maps.me ele é gratuito e offline, além disto funcionou em toda a Índia.


Queens Necklace Mumbai

Uma dica de passeio: Vá ao Índia Gate próximo das 10 horas e pegue um dos barcos para Elephanta Caves. Neste porto você encontra aqueles transfers do tipo encheu e partiu. Situação que serve para o retorno também, mas fique atento ao horário do último barco.


Os barcos saem atrás do India Gate

A caminho de Elephanta Caves

Porém o que mais chama a atenção nesta dica é que o passeio de barco pode ser mais interessante que as próprias cavernas (Elephanta Caves não são tão belas quanto Ellora Caves por exemplo). Se na volta ao Índia Gate você pegar o pôr do sol, tens a garantia de uma bela foto de Mumbai. Além disto o Taj Mahal Palace fica bem ao lado da área de desembarque.


Retornando de Elephanta Caves

Ao chegar a Elephanta você verá um pequeno trem que segue pelo píer até a entrada da ilha. O trajeto é bem curto, de pouco mais de 1 km, ou seja, se a fila estiver grande dá pra ir caminhando. Porém, por outro lado, vale esperar o trem pois quando chegar na entrada da ilha uma longa e íngreme escadaria te aguarda.


Na subida e a esquerda dentre diversas lojas uma grande tenda vende camisetas turísticas por algo em torno de R$ 15,00 cada, compre! Pois lá você irá encontrar a maior variedade, o melhor preço e qualidade de sua viagem (marca da camiseta: Tantra).


E agora a melhor parte desta dica: Cansou da caminhada? Está fazendo 40º na sombra? Você gosta de cerveja? Aquele restaurante ali no pé da escada, onde com certeza você leu os dizeres 'temos cerveja' é o melhor lugar de Mumbai para tomar uma. Isto porque você não vai encontrar facilmente cerveja na Índia.


Oportunidade de tomar uma gelada

Veja no vídeo abaixo o passeio para Elephanta Caves.



Como dito antes não tenho como elencar os melhores atrativos para sua visita a Mumbai, mas se você gostar das roupas típicas indianas é imperdível visitar a loja Cotton Cottage, perto do Museu Chhatrapati Shivaji Maharaj Vastu Sangrahalaya e comprar ali uma bata, camisa ou vestido. Você poderá encontrar preços mais módicos em Deli, caso esta cidade esteja no roteiro, mas o trabalho artesanal das roupas nesta loja é sensacional e não será novamente encontrado em nenhum outro lugar. E ainda aproveite este momento para visitar o interessantíssimo museu calmamente.


Cotton Cottage - ótima oportunidade de vestir a cultura indiana

Como você provavelmente leu no início do post a sua chegada a Mumbai precisa de planejamento. E por isto eu finalizo dizendo que a saída também precisa ser organizada.


Caso você siga para o aeroporto durante o dia, saiba que o trânsito é intenso e a sua viagem pode durar até 2 horas, ou seja, considere muito bem o horário de partida do seu voo. E por outro lado caso você decida seguir de trem pela Índia, saiba que não são todas linhas e empresas que partem da lindíssima estação Chhatrapati Shivaji. Por isto consulte no seu bilhete de onde ele irá partir, e se houver um tempo vá até a estação um dia antes e descubra qual a plataforma da partida.


Lateral da Chhatrapati Shivaji Station

Eu digo isto porque além de uma mesma plataforma ser usada por diversas empresas, o fluxo de pessoas é intenso, portanto procurar seu trem com pressa e com as malas não será uma experiência agradável. Uma dica experta é que se a sua passagem é de primeira classe pela Nandigram Express, o seu vagão é identificado com a listagem de passageiros colada na porta (veja isto na foto e ou no vídeo do início do post).


Lista de passageiros

Saiba que escolhemos Mumbai para iniciar nossa viagem pela Índia para termos a oportunidade de usar o trem sem sofrimentos. Pois de lá você consegue facilmente fazer uma viagem segura e confortável de 8 horas até Aurangabad, e assim conhecer as belíssimas Ellora Caves (um post específico para estas cavernas esta sendo produzido).


Agradeço a sua leitura.


Cadastre-se no site e receba as notificações dos próximos posts.


Obrigado


AJUDE O BLOG-RESERVE NOS LINKS DO SITE


#mumbai #india #elephantacaves #museum #roteiroscompartilhados #hotelreview #booking #segurospromo #rentalcars #turismo #travel #viagens #tourism #roteiros #hoteis #passeio #dicas #curiosidades #blog #desconto #promocao #airbnb #guiasdeturismo #dicasdeturismo #dicasdeviagens #traveltips #mapas #fotografia #nomads #tripadvisor #facebook #pintrest #twitter #getyourguide #airportag #airport #blogdeviagens #blogdeturismo

0 visualização
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram
  • Facebook Social Icon

O objetivo deste site é oferecer um espaço para a construção de roteiros de viagens colaborativos.

Compartilhe suas dúvidas e experiências nos comentários do blog e ajude outras pessoas na busca pelo roteiro perfeito.

Eu posso te ajudar a criar o seu roteiro... vamos conversar.

SITE PARCEIRO DO

logo mochila.png

© 2017 - 2020 by Marcelo Bandeira