• Marcelo Bandeira

COSTA BRAVA-ESPANHA

Já ouviu falar sobre esta bela região?


Praia Cap Roig

Se ainda não conhece ou está difícil decidir o quê visitar na Costa Brava esta postagem te oferece mais de 30 fotos e 6 vídeos para te ajudar a criar o roteiro ideal.


Para um maior entendimento do que é a Costa Brava saiba que esta é uma região costeira com aproximadamente 200 km de extensão, e que se estende da cidade litorânea de Blanes até Cadaqués, quase na fronteira com a França. Mas ela é muito mais do que um simples atrativo de praia, pois alia as suas belas paisagens um variado patrimônio histórico, cultural e arquitetônico. Entenda mais sobre esta mescla de atratividades logo abaixo aonde poderão ver que é possível também visitar surpreendentes cidadelas medievais.


Tossa de Mar

Comece percebendo que o mais interessante é que estas lindas praias estão muito perto de Barcelona e isto facilita tudo, e mesmo que você pense em visitar somente a capital catalã, é possível incluir esta região na sua viagem. E além disto se praia não é o seu interesse saiba que por lá existem algumas cidades medievais muito interessantes.


Besalú

Para pensar sobre isto entenda que a cidade de Blanes que da início a Costa Brava está a apenas 60 km do aeroporto, portanto alugar um carro é a melhor forma de explorar este roteiro. E se você tiver habilidades náuticas, mais tempo livre, e for na temporada de verão poderá até mesmo alugar barcos nas marinas da região.


Desbrave de carro a Costa Brava - Rodovia GI682

Os preços das embarcações são bem mais altos do que o carro e variam entre €100 e €400 por dia e muitas delas não exigem nenhum tipo de habilitação ou registro para serem alugadas. Já para o aluguel de carros veja como é barato e clique aqui e faça sua cotação e ao reservar pelo link estará ajudando o blog. Você viu que uma semana de aluguel pode custar apenas R$150,00? Sim, a Espanha tem os preços mais baixos da Europa, porém fique atento aos pormenores do contrato. Quer ajuda? Por favor envie um comentário e eu te ajudo.


Rodovia N11

A Costa Brava tem este nome devido a formação geológica do local. Pois são paredes rochosas que terminam no mar e são entremeadas por uma vegetação que parece lutar para se manter pendurada na encosta íngreme. Estas imensas paredes cercam pequenos trechos do mar e assim oferecem mais de uma centena de praias, algumas espremidas por paredões de cor alaranjada que contrastam com a água cristalina do mar. É uma explosão de cores que confundem os leitores de luz das máquinas fotográficas, que quando em modo automático ficam reiniciando as leituras para otimizar a foto. Eu por exemplo até agora não consigo definir se a água do mar em alguns pontos era verde ou azul. Vejam isto nas fotos e vídeos deste post.


Paredões da Costa Brava - Tossa de Mar

E como já dito - devido a grande quantidade de praias e cidadelas medievais - a melhor forma de explorar a região é de carro. Esta road trip é um dos pontos altos do roteiro, pois as estradas por lá parecem estar penduradas nas bordas dos penhascos, e a cada curva uma paisagem mais linda que a outra irá tirar seu folego. Para estruturar o seu roteiro pesquise bem no google maps como sair de Barcelona e ir sempre pela beira da praia usando a estrada N-11 até muito perto da cidade de Blanes. E não se preocupe com os alertas do seu GPS pois ele irá passar o tempo todo tentando te mandar para a estrada principal C-32 ou AP-7, evite elas e siga usando a estrada N-11 até Blanes, mas não pare ali, pois ela é grande e urbanizada e destoa da beleza da região e somente serve como ponto referencial para que você adentre a bela e sinuosa estrada GI-682, e é a partir deste ponto que a Costa Brava irá se descortinar a sua frente.


Tossa de Mar

E lembrando a frase que iniciou esta postagem é realmente difícil escolher os lugares para visitar, digo isto pois em uma breve pesquisa se pode perceber que de Blanes até Cadaqués existem centenas de boas opções. Uma boa dica para que você consiga escolher o quê visitar e ou aonde se hospedar é elencar os seguintes itens: Uma praia urbana ou mais deserta? Que tenha ou esteja próximo de atrativos medievais? Um hotel na beira da praia ou na cidade? Ou facilidades para alugar embarcações?



Quer ajuda para decidir aonde se hospedar? Por favor envie um comentário no final do post e vamos conversar.



E não é só escolher aonde ficar por lá que é difícil, mas também quanto tempo destinar no seu roteiro para desbravar a região. Caso sua visita seja no período do inverno não se alongue muito, ao contrário disto fique mais dias e aproveite para mergulhar em uma das pequenas praias que parecem esquecidas em meio aos paredões de pedra, ou até mesmo use um barco e encontre uma praia inteiramente só para você. E como dito antes você consegue incluir no seu roteiro por Barcelona uma breve visita a região, algumas agências oferecem aqueles passeios baratos de 1 dia chamados de bate e volta, como podes ver link da GetYourGuide por €95, mas não faça isto e reserve ao menos 1 noite para se hospedar na região.


Passarela em Cap Roig

Diante de todas estas informações sobre a Costa Brava saibam que o roteiro ideal deve ter no mínimo 2 noites, e apesar de saber disto eu optei por somente 1 pernoite, mesmo perdendo a visita a um dos pontos altos da região – a cidade de Cadaqués.


Por do Sol de Plaja D'aro

Você deve encontrar em diversos blogs dicas de quando é a melhor época para visitar a região, na minha opinião você pode ir lá o ano inteiro, mas no inverno muitos restaurantes ficam fechados e a maioria dos hotéis tem áreas em reforma e claro antes de mergulhar lembre que a água estará congelante, porém por outro lado nesta época os preços são mais baixos e principalmente poderás até mesmo curtir uma praia inteiramente só para você.


Tossa de Mar fica vazia no inverno

Pois sem mais delongas vamos as dicas de como estender sua viagem de Barcelona para a belíssima Costa Brava.


Para otimizar seu roteiro siga direto de Barcelona para Tossa del Mar (use as estradas indicadas no inicio do post) e reserve no mínimo 2 horas para curtir esta primeira parada. Caminhe pela beira da praia até subir nas ruínas do castelo de Tossa.


Vista sobre o Castelo de Tossa

Subindo o Castelo de Tossa

Ao caminhar pelas vielas do castelo você irá se deparar com uma escadaria do outro lado que além de dar vistas a uma pequena praia desemboca no vilarejo espremido entre a montanha e o castelo. Após descer por ali uma breve caminhada é suficiente para perceber a beleza do local.


Viela entre o Castelo de Tossa e o vilarejo

Vilarejo de Tossa de Mar

Vielas de Tossa de Mar

Tossa de Mar

VEJA TOSSA DE MAR NO VÍDEO ABAIXO


Ao finalizar este passeio por Tossa del Mar siga para a Plaja D’aro, mas uma importante dica é para novamente ficar atento ao acesso para a estrada GI-682. Este será um momento critico da sua relação com o GPS pois saindo da beira da praia ele irá te oferecer o trajeto pela GI-681, portanto fique muito atento a isto e siga pela própria avenida beira mar de Tossa e encontre entre as casas e vielas (é uma área residencial) a GI-682. Esta dica te levará a um dos mais belos trechos da sua road trip.

Ao seguir por este caminho até Plaja D’aro você irá encontrar diversos paradouros para fotos e alguns acessos para descer o penhasco. Se tiver tempo livre no roteiro desça pelas ruelas para assim se deliciar com as pequenas praias, algumas além de lindíssimas tem apenas poucos metros de extensão. Veja na foto abaixo por exemplo como é o acesso para a Cala Bona. Mas saibam que explorar estas pequenas praias de barco seria a melhor opção.


Acesso a Cala Bona

Caso pare em alguma delas evite a tentação de comer em um dos Chiringuitos (como são chamados os quiosques) pois normalmente a comida é cara e ruim. E caso esteja vindo desde Barcelona pelas estradas indicadas neste post você já deve ter passado em frente a um dos supermercados da região, bem como, o Lidl, o Aldi e ou Mercadona, por isto não perca a oportunidade de parar em um destes locais para se abastecer de bebidas e algumas coisas para enganar a fome. Eu gastei 25 Euros em mantimentos no Lidl, que incluíram garrafas de água, amêndoas e chocolates que duraram 4 dias.


Saiba que eu entrego a dica de seguir para a Plaja D’aro para que você se hospede por lá.


Cap Roig em Plaja D'aro

Eu digo isto não para somente indicar um hotel que caso a reserva seja feita pelos links o blog receberá comissão, mas sim porque se seguir o roteiro indicado você irá passar por Plaja D’aro próximo ao final de tarde, ou seja, uma boa hora para parar e descansar, e além disto ela esta localizada quase no meio da Costa Brava.


Cap Roig

Eu fiquei hospedado no Park Hotel San Jorge & Spa que você pode ver um completo review com dicas, fotos e vídeos neste link. Este é um hotel localizado na praia Cap Roig em Plaja D’aro, um local lindíssimo que além de ter uma praia quase privativa tem ótimo atendimento e boa comida, veja no final do vídeo sobre o hotel review o ótimo café da manha e tire suas próprias definições. E principalmente em hipótese alguma perca o nascer do sol na praia do hotel.


Praia em frente ao Park Hotel San Jorge

Nascer do Sol na praia do hotel

Caso queira fazer uma reserva por favor use este link do Park Hotel San Jorge & Spa.



E falando mais sobre aonde se hospedar caso o interesse seja alugar embarcações eu alerto para que evitem se hospedar em Empuriabrava que é denominada a Veneza espanhola. Lá se diz que é a maior marina residencial da Espanha e eu não duvido disto pois são muitos quilômetros de canais que dão acesso as mansões que tomam conta da paisagem. Eu digo para evitar se hospedar por lá porque a praia do local é destoante da beleza do que realmente é a Costa Brava. Mas acima de tudo é um dos grandes points de navegação da região, tanto que você encontra por lá pequenos botes de aluguel para se divertir entre os canais.


Quanto a outras dicas de hospedagem fiquem à vontade para conversar comigo pelos comentários do post ou pesquisar por este link do Booking que oferece mais de 6.000 opções na Costa Brava e como eu disse as reservas por estes links afiliados ajudam o blog com comissões.


E voltando a falar sobre o seu roteiro eu confesso que fica difícil entregar dicas sem saber os seus interesses na região. Pois a partir de Plaja D’aro a viagem irá depender de quantos dias você tem disponíveis. Por exemplo neste dia seguinte logo após o café da manhã ao invés de voltar direto para Barcelona ou subir para Cadaqués eu segui para a cidade medieval de Pals.


Pals

Que fica a apenas 20 km da Plaja D’aro, isto irá te distanciar da beira da praia, mas por outro lado estará te propondo conhecer 3 vilarejos medievais lindíssimos antes de voltar para Barcelona. Isto tudo se você seguiu a mais importante dica desta postagem que é acorde cedo e não perca o nascer do sol na praia Cap Roig por nada neste mundo. Se esta com dúvidas sobre despertar cedo veja o vídeo abaixo.



Assim saindo cedo você consegue caminhar por Pals durante 1h ou 2hs e ainda curtir a interessantíssima loja de cerâmicas Planas Marqués que fica bem em frente ao centro de atenção ao turista. Esta lindíssima cidadela medieval de estilo gótico tem os seus primeiros documentos históricos datados no século IX.


Pals

Pals

Pals

Pals

Subsolo loja de cerâmica em Pals

VEJA PALS NESTE VÍDEO



Eu poderia dissertar aqui sobre a beleza da cidade, sobre ficar nela por mais tempo ou a opção de se hospedar por lá, mas apesar de belíssima ela compete com outros pontos de interesse da região, bem como, a outra cidadela medieval de Peratallada que fica a meros 10 km de distancia e apesar de menor tem um grande charme.


Peratallada

E caso a sua viagem ocorra fora do período do inverno os restaurantes (alguns fecham neste período) de Peratallada podem te dar uma bela opção de almoço.


Peratallada

Peratallada

Peratallada

Se você ficar em dúvida de qual destas duas cidadelas deve receber uma maior atenção saiba que Pals aparenta ser maior e mais rica, tendo pouco mais de 2.500 habitantes ela oferece uma maior gama de atrativos e tem uma manutenção impecável do patrimônio arquitetônico. Por outro lado, Peratallada tem pouco mais de 500 habitantes, porém tem quase o mesmo tamanho de Pals e oferece lugares mais charmosos e é fácil perceber que ela era nos tempos medievais uma cidadela mais pobre. E isto reflete até hoje também na manutenção das ruas pois ela tem o patrimônio arquitetônico mais depreciado e aparentemente sem manutenção. Mas isto tem o seu charme.


VEJA PERATALLADA NO VÍDEO



Para culminar estas dicas que mesclam praia e construções históricas se distancie da Costa Brava e adentre a província de Girona e siga por 60 km até a lindíssima Besalú que é a mais famosa de todas as cidadelas medievais da região, mas apesar de estar envolta a toda a mídia que o turismo lhe impôs e ter como ponto alto a sua bela ponte de acesso, Besalú não precisa mais do que 2hs para ser superficialmente desbravada.


Besalú

Besalú

Besalú

Besalú

VEJA BESALÚ NO VÍDEO



Seguindo este roteiro de 1 noite e 2 dias e terminando as visitas em Besalú você estará a apenas 130 km de Barcelona. Sendo assim distante um pouco mais de 1 hora de viagem da capital catalã.


Perceba que organizando o seu tempo dentre as opções citadas terás explorado neste curto roteiro uma boa parte da Costa Brava, e sobretudo terás a oportunidade de conhecer belíssimas cidades medievais.

E por falar em dias eu aproveito o ensejo e finalizo o post dizendo que caso a sua disponibilidade para explorar a região seja mais longa, terás a oportunidade de visitar Cadaqués, que se diz culminar com o término da Costa Brava e fica a apenas 20km da fronteira com a França. A cidadela de casas brancas oferece muito mais que belas paisagens pois inclui até mesmo a casa aonde Salvador Dali viveu por mais tempo. A casa é hoje um museu que é visitado somente com reservas. Além disto dizem ser a mais bela das cidadelas da Costa Brava, mas não se preocupe mesmo com pouco tempo e sacrificando a visita a Cadaqués você consegue fazer uma viagem fantástica.


Se você gosta de ficar na praia e sua viagem for na temporada de verão estenda ao máximo sua estadia pela região e me mande fotos de Cadaqués que deve ser muito interessante e infelizmente eu ainda não conheço.


Registre-se no blog e receba alertas sobre novas postagens.


Boa viagem e se quiser mais dicas por favor envie um comentário.


AJUDE O BLOG-RESERVE NOS LINKS DO SITE



#roteiroscompartilhados #hotelreview #booking #segurospromo #rentalcars #turismo #travel #viagens #tourism #roteiros #hoteis #passeio #dicas #curiosidades #blog #desconto #promocao #airbnb #guiasdeturismo #dicasdeturismo #dicasdeviagens #traveltips #mapas #fotografia #nomads #tripadvisor #facebook #pintrest #twitter #getyourguide #airportag #airport #blogdeviagens #blogdeturismo #roadtrip #costabrava #spain #beach #tossademar #plajadaro #girona

904 visualizações
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram
  • Facebook Social Icon

O objetivo deste site é oferecer um espaço para a construção de roteiros de viagens colaborativos.

Compartilhe suas dúvidas e experiências nos comentários do blog e ajude outras pessoas na busca pelo roteiro perfeito.

Eu posso te ajudar a criar o seu roteiro... vamos conversar.

SITE PARCEIRO DO

logo mochila.png

© 2017 - 2020 by Marcelo Bandeira